DIREITOS DE AUTORIA

È proibida a reprodução, cedência, difusão , distribuiçã0, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio eletrónico, mecânico ou fotográfico dos conteúdos aqui publicados, sem o autêntico consentimento prévio e expresso da autora. Excetuam-se desta interdição os usos autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem, com link respetivo, prática usada neste espaço.
~~~~~~
💓 Note que em poesia, o 'sujeito poético ou lírico' não tem que ser o 'sujeito autoral', mesmo que o texto expresse a 1ª pessoa do singular.💓

Seguidores

sexta-feira, 30 de abril de 2021

O INSULAR QUE NÃO GOSTA DE MAR - R

 

... Concerto para uma só voz ...
CLlique e volte a clicar...

* * * * * *

Seus olhos castanhos foram atraídos

por outros de um azul firme e intenso,

mar onde resplandecia um sol ardente

que insinuou-se no âmago dos seus.

E ela também adorou aquele mar... 

*

Porém, grande incoerência!  Em breve

constatou que esse insular não gostava

de mar, nem de praia, nem de barcos!

*

Voltou a emocionar-se com a beleza do mar,

sem ele.

Aspirando com prazer a sua maresia iodada,

sem ele.

Sentindo o pulsar do seu movimento contínuo,

sem ele.

Deixando-se acariciar pela brisa suave e fresca,

sem ele.

Acalentada pela perene melodia de embalo,

sem ele.

Percorrendo a orla de macia espuma branca,

sem ele.

Apreciando vastos horizontes azuis ou fulvos,

sempre sem ele!

*

E foi essa longa solidão que minou  a sua adoração

E o mar do olhar insular parecia-lhe de um azul

sombrio, egoísta e frio.

*****

MajoDutra
   
Pintura de Vicente Romero

33 comentários:

  1. Que pena para o insular...Quem não ama o mar e olhar ao longe nele, perde muito da vida! Linda poesia! beijos, chica

    ResponderEliminar
  2. A foto é linda e super-reflexiva. Puxa, não gostar de mar (?!), mas os versos são profundos em dizeres!...
    Gosto da música!
    Bjs... Um fdsemana muito feliz para você e família, querida Majo...

    ResponderEliminar
  3. A imensidão do mar é uma fonte inesgotável de inspiração.
    Adoro as suas delicadas palavras que formam este poemas extraordinários!
    Querida Majo desejo-lhe um excelente fim-de-semana.
    Fique bem, beijinho!

    ResponderEliminar
  4. Lindo!
    A beleza da música do mar é mais harmoniosa a dois; mas quando os dois não ouvem a mesma melodia, é escusado forçar. Siga-se em frente sem abdicar da harmonia que enche a alma.
    Bom fim-de-semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Un bonito poema de azul de mar y amor,pero donde los dos no gustan de lo mismo ni suben al mismo barco. En ese caso sólo queda admirar la belleza en soledad aunque con tristeza.
    Abrazos Majo y feliz fin de semana.

    ResponderEliminar
  6. Preciosas imágenes recorren tus versos "sin él". Un bello poema donde vibran sensaciones muy melodiosas al compas de ese mar en el que no hace falta ninguna compañía para disfrutar, de la brisa y el silencio, y donde se escuchan los más preciados sentires.
    Me encanto la lectura de esta bella poesía.
    Un abrazo Majo y buen fin de semana.

    ResponderEliminar
  7. Nunca conheci ninguém que não gostasse de mar. Conhçe e conheço pessoas que não gostas de estar na praia propriamente dita. Mas adoram estar a caminhar ou sentadas a olhar o mar ou sentadas nos muros junto dele.
    O Poema - sem ele - é lindíssimo. Olhando a foto DELA, decerto que um homem gostaria de estar - com ela - junto ao mar. É uma imagem fascinante de beleza infinita.
    .
    Abraço poético
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  8. Olá, amiga Majo.
    Muito bem escolhida esta lindíssima música!
    Que ilustra na perfeição este belo momento poético.

    Poema sublime! Onde se encontra beleza do mar, e a melancolia, de ficar só, a ver a sua grandeza e imensidão...

    Adorei ler!

    Parabéns!

    Votos de um excelente fim de semana!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  9. Mar, amor y poesía. Que belleza de poema amiga Majo. Saludos y abrazo a la distancia.

    ResponderEliminar
  10. El mar tiene mucho de misterio, Majo...pero le temo...su bravura me aterra. Pero es bello admirarlo, en él también está la grandeza de Dios. La música que compartes es bellísima, como todo lo de Frank Pourcel. Te recomiendo en Youtube que escuches, "Morir de amor" de Frank Pourcel...te va a encantar. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  11. O mar tem esta magia e mesmo... sem ele... esta não desaparece!!! Linda a sua partilha Majo!

    ResponderEliminar
  12. El mar, los destellos de la luz en el agua, tus sutiles versos...un placer leerte.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  13. "Não se ama alguém que não ouve a mesma canção", canta o Rui Veloso.
    Teu poema vai nessa onda. Não podemos desistir de tudo aquilo de que gostamos por uns belos olhos azuis. Havia, afinal, tanta beleza e tantas emoções à espera - sem ele!
    Amo o rio com fome de mar.

    Um beijo, querida amiga Majo.

    ResponderEliminar
  14. Majo cada vez mais poetizada e bem inspirada.
    Olhar o mar, o céu e ter poesias nos olhares.
    Muito bonita Majo.
    Beijo e feliz domingo

    ResponderEliminar
  15. Voltando Majo, certa vez li, que o mar é de quem o sabe navegar,
    mas creio estar errado o mar é de quem o sabe amar em todos os
    seus movimentos. Olhar e olhar e se deixar levar nas ondas e nas
    aguas que se quebram nas pedras, perde quem não o sabe namorar.
    Beijo amiga
    Feliz Dia das Mães.

    ResponderEliminar
  16. Como tudo na vida... não podemos ficar à espera, temos que encontrar o ponto positivo e construir a partir dai. Nem sempre é fácil, mas o mar é uma grande ajuda. Há histórias que conta e guarda as nossas.
    Gostei muito...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  17. Majo,
    É bom poder vir aqui
    sempre que possível.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  18. Como não se deixar seduzir pela imensidão azul que é o mar? Se não olham ambos na mesma direcção e com o mesmo amor não há nada a fazer... O seu poema faz pensar, minha Amiga Majo.
    Cuide-se bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  19. Muy lindos versos amiga Majo, un abrazo y mucho cariño

    ResponderEliminar
  20. O mar, sempre tão inspirador para quem gosta dele.
    Um poema que entendí bem porque eu também sento tudo isso polo mar,
    sem ele
    Agradeço sua visita.
    Boa semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. Quem não ama o mar, que rima com amar. Tende a isolar, insular...

    Um abraço. Tudo de bom.
    APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

    ResponderEliminar
  22. Bela música romântica a condizer com as imagens.
    Não gostar do mar será suficiente para afastar dois seres?
    Abraço amigo.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Juvenal, está a inventar o seu romance...
      O poema não fala de 'separação de seres'... Apenas de uma grande desilusão...
      Agradeço o apoio e incentivo. Obrigada.
      ~~~~~

      Eliminar
  23. Belo e criativo poema, Majo! Realmente, nem sempre o mar nos acolhe... mas sempre podemos admirar as suas águas e sentir o doce aroma da maresia. Meu abraço, amiga; boa semana.

    ResponderEliminar
  24. Penso que não conseguiria gostar de alguém que não amasse o mar.
    Ele é uma das minhas grandes paixões.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  25. Olá minha querida amiga, Majo Dutra!
    Sem ele com certeza tudo é mais frio, vazio.
    Continuação de um bom final de semana!
    Um doce abracinho!
    Megy Maia🌺😊🌺

    ResponderEliminar
  26. Sol, mar, amor e poesia
    Um quarteto de beleza
    Que deixa nossa alma acesa
    Qual o sol ao romper do dia
    Que a sua luz irradia
    Sobre a vida a dar mais vida.
    Parabéns, Majo querida!
    O teu poema é tão lindo
    Quanto a moça ao sol sorrindo
    Naquela imagem inserida.

    Gostei imensamente do poema, Majo, quer no conteúdo, na mensagem e na forma diversa do usual, qual um moderno diferente com a liberdade que desejaste criar. Parabéns! Abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  27. Viver numa ilha e não gostar do mar deve ser um pesadelo...
    Excelente poema, gostei imenso.
    Belíssima foto, muito bem escolhida.
    Há anos que não ouvia o Frank Pourcel, foi desta orquestra o primeiro disco que ouvi no meu primeiro gira-discos... Lembro-me porque foi oferecido com a compra do aparelho...
    Bom fim de semana, amiga Majo.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou repetir a orquestra de Frank Pourcel...
      Tudo bom, amigo.

      Eliminar
  28. ~~~
    «APRENDI QUE A DESILUSÃO É UMA DAS PIORES DORES!
    POIS NINGUÉM SE ILUDE COM AQUELES QUE CONHECE,
    MAS SIM COM OS QUE PENSA QUE CONHECE.»
    Helber Chin Chon Choo

    MUITO AGRADEÇO O APOIO, CARINHO E INCENTIVO DE TODOS VÓS.

    DIAS DE MAIO AGRADÁVEIS, IDÍLICOS E AMOROSOS...

    A CADA UM, O MEU ABRAÇO AFETUOSO.

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar

~~~~~~~ 💛 ESTIMADO LEITOR 💛 ~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~ Depois de colocar o seu comentário,
~~~~~~ aceda a «mensagem antiga»
~~~ e leia a que habitualmente lhe deixo.
~~~~~ ~ ~ ~ ~ Muito obrigada... ~ ~ ~ ~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~-~~~~~