DIREITOS DE AUTORIA

È proibida a reprodução, cedência, difusão , distribuiçã0, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio eletrónico, mecânico ou fotográfico dos conteúdos aqui publicados, sem o autêntico consentimento prévio e expresso da autora. Excetuam-se desta interdição os usos autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem, com link respetivo, prática usada neste espaço.
~~~~~~
*** Note que em poesia, o 'sujeito poético ou lírico' não tem que ser o 'sujeito autoral', mesmo que o texto expresse a 1ª pessoa do singular.***

Seguidores

segunda-feira, 4 de maio de 2020

🤍 SOLITUDE...



)))    (((




 Na minha sala, bem cedo,
   afasto as portas de vidro da varanda
Beija-me o ar fresco e puro...

*

Reinam as tréguas sonoras na urbe 
agora adormecida e abúlica.
Pressente-se -- à flor da pele --
uma paz  aparente e breve.

*

Ao longe, na vasta baía.
raios madrugadores coloram
o horizonte celeste e as nuvens baixas
em tons de paleta divina: corais raros
e laivos cor de rubi.

*

O mar, espelho brilhante
prateado, começa a  se ornar
refletindo o matiz rosado do alvor.

*

Perto,  os jardins ostentam toda
a exuberância da nova primavera,
em tons vivos de esmeralda
e em gomos de apoteoses
de cores e perfumes.

*

Começam-se a pressentir
tímidos gorgeios e trinados
de aves que aguardam
dias mais calorosos.

*

Na minha sala, bem cedo,
afasto as portas de vidro
e fico no umbral  escutando
 um silêncio agradável e fresco.
Beija-me um ar puro e breve...

*

Toca-me o contraste flagrante entre
a pujança urgente da natureza primaveril
 e a minha vaga e erma solitude.

*****

MajoDutra
Foto de uma alvorada sobre a baía de Lagos.

33 comentários:

  1. CHICA COMENTOU...
    «Maravilhosa poesia e visão da tua janela logo cedo, Música bem escolhida também.»

    Obrigada, querida amiga e desculpa o lapso.
    ~~~

    ResponderEliminar
  2. Que bien dibujas con tus versos ese paisaje desde el balcón donde el silencio y el perfume de la primavera se despliega.
    Un poema muy lírico que me ha encantado leer.
    Un abrazo Majo.

    ResponderEliminar
  3. O som é lindo e o poema numa bela quietude!!!
    Boa semana Majo!

    ResponderEliminar
  4. Um poema magistral, com uma musica maravilhosa!
    -
    Farol em agitação ...

    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  5. Muito bonito, arco-íris e sombras fazem parte da solidão imposta, indesejada.
    Ainda bem que há cores para embelezar as sombras.
    Abraço, Majo!

    ResponderEliminar
  6. Majo
    Gostei muito do poema que retrata duma forma fiel e poética o momento que atravessamos.
    A foto está em plena sintonia e é uma boa foto.
    A música fecha com chave de ouro a postagem.
    Boa semana.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  7. Sentir o perfume do amanhecer...Fecha-se os olhos e respira-se simplesmente...
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  8. Magistral o poema, amiga! Passa-nos muito bem a tua inquietude... e solitude! Quanto à música, é uma das minhas favoritas! Belo post, meu abraço; boa semana!

    ResponderEliminar
  9. Querida amiga Majo, que lindíssimo poema, a imagem do seu blogue está de encantar, amei demais ver!
    Richard Claydermam é um bálsamo pra nossa alma!
    Abraços sempre apertados e continue se cuidando!

    ResponderEliminar
  10. Olá querida Majo
    Que poema fabuloso! Sorvi cada verso como um elixir curativo diante de tanta beleza
    Fiquei a me imaginar nesta varanda a contemplar esta paisagem magnífica tão soberbamente delineada no seu poetar
    Beijokinhas

    ResponderEliminar
  11. Poema fantástico! Que alvorada linda, amei!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  12. Olá Querida Majo,
    Espero que esteja tudo bem consigo.
    Adoro passar por aqui, fico deliciada com as suas belas poesias.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde Majo,
    Maravilhoso poema em que espelha de forma notável os sentimentos que nos assolam nos dias de hoje.
    Desfrutemos desses momentos refrescantes e de tudo aquilo que nos pode ajudar a superar estes dias tão difíceis.
    Um beijinho e fique bem.
    Ailime

    ResponderEliminar
  14. Olá, como está?

    Estou em Lagos e há dois meses que não tenho dessas vistas.

    *

    I love Chopin... *


    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estimado Poeta.
      Sei que tem de sua casa uma belíssima vista sobre a Meia-Praia...
      A minha vista é de mais longe, do alto da Pedra Alçada é mais
      abrangente e abarca a baía...
      O tempo tem estado muito irregular, mas fizeram dias excecionais,
      lamento não se recordar deles...
      Não era imprescindível o nascer do sol ser real, mas foi.
      Real, natural e inspirador.
      As minhas cordiais saudações poéticas.
      ~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
    2. Lembrei-me que o amigo é mais amigo dos astros do que das alvoradas...
      Abraço cordial.
      ~~~

      Eliminar
  15. Bom dia querida Majo.

    Que belo poema permeado pelas incertezas dos dias atuais e a solidão imposta. Lindas imagens poéticas. Não vejo abulia em seus desejos poéticos, soubeste bem selecionar as imagens.

    Bjs e bom dia de paz.

    ResponderEliminar
  16. A música é linda e os seus versos de solitude são vívidos e esperançosos...
    Que venham tempos com larga alegria e de celebrações com risos profundos!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Através das palavras deste inspirador poema, pude ver a exuberância da Natureza, sentir a brisa da manhã e do mar e entender o silêncio que a rodeia numa solidão tão sua, tão de cada um de nós…
    Muita saúde, minha Amiga Majo.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  18. Muito belo!
    Apreciar os alvores das madrugadas é muito refrescante e inspirador. Faz o dia começar com um sorriso no rosto.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Poética e primaveril paisagem a acordar o versar de um novo dia nesses dias estranhos, momentos que nos convidam a pensar, repensar o nosso viver e nossas interações com a vida.

    Um abraço. Tudo de bom.
    A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

    ResponderEliminar
  20. Muito bom poema, sendo evidente o contraste entre o estado de alma da autora com a exuberância da natureza em crescendo.
    Saudações poéticas.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  21. Faltou uma referência à música que se desenvolve numa toada calma e serena, bem ao estilo de Chopin.
    Tudo de bom.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  22. Um poema a despertar a frescura... e os nossos sentidos!
    Gosto das escolhas!... Bj

    ResponderEliminar
  23. Bom dia, MAjo!
    O poema é lindo, e o som do piano do vídeo, o barulho do mar...

    Tenha um excelente final de semana e um Feliz Dia das Mães!

    ResponderEliminar
  24. Linda foto Majo, que faz inspirar e poetizar tão belamente o dia em todas suas extensões. Pude recriar as cores de cada detalhe nesta solitude.
    Harmonizou com a musica bem encaixada.
    Meus aplausos por cada voo mais ousado.
    Bela e grata revelação da poesia.
    Beijos amiga.

    ResponderEliminar
  25. ¡Qué preciosidad de versos, Majo! Leerlos fue súper placentero, en este magistral poema has pintado y respirando desde tu baranda los aromas del paisaje donde percibes la bahía con bellos azules sus aguas y los aromas primaverales.
    Esa baranda debe ser mágica, pues te ha inspirado a hacer un poema extraordinario. ¡Felicidades, amiga, me ha encantado!
    Un abrazo, mi gratitud y estima.

    Te dejo bendiciones. Disfruta de este maravilloso día.

    ResponderEliminar
  26. Obrigado portar e postar. Abraçoss

    ResponderEliminar
  27. Boa semana, amiga. Meu abraço, aguardo o próximo post!

    ResponderEliminar
  28. Olá Majo!
    Já com saudades, depois de tanto tempo de desencontros... algures
    fui encontrá-la! Eu sou fã do silêncio, sempre enxergo algo de importante.

    Na minha sala, cedo,
    afasto as portas de vidro da varanda
    e no umbral aprecio o silêncio.

    Gosto, também costumo fazê-lo diariamente... estamos em sintonia ainda que seja longínqua. Majo gostei muitíssimo da inspiração poética.
    Beijinho de paz e luz
    Luisa

    ResponderEliminar
  29. Um poema magnífico.
    Parabéns pelo talento.
    Majo, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  30. I like Chopin!
    E abrir tudo o que é janelas e portadas. E amei abrir o poema que sorveste e transmitiste. Cromático e amplo.
    Beijos, minha amiga Majô.

    ResponderEliminar
  31. Linda poesia.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    Sigam no Instagram
    @donahilariadagraca

    ResponderEliminar

~~~~~~~ 💛 ESTIMADO LEITOR 💛 ~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~ Depois de colocar o seu comentário,
~~~~~~ aceda a «mensagem antiga»
~~~ e leia a que habitualmente lhe deixo.
~~~~~ ~ ~ ~ ~ Muito obrigada... ~ ~ ~ ~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~-~~~~~