DIREITOS DE AUTORIA

È proibida a reprodução, cedência, difusão , distribuiçã0, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio eletrónico, mecânico ou fotográfico dos conteúdos aqui publicados, sem o autêntico consentimento prévio e expresso da autora. Excetuam-se desta interdição os usos autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem, com link respetivo, prática usada neste espaço.
~~~~~~
*** Note que em poesia, o 'sujeito poético ou lírico' não tem que ser o 'sujeito autoral', mesmo que o texto expresse a 1ª pessoa do singular.***

Seguidores

quarta-feira, 26 de maio de 2021

... UM ALVORECER SINGULAR ...



.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.


~*~*~*~*~*~*~ 

Foi uma aurora de Maio especial:

rara, fria, radiosa, deslumbrante! 

*

O sol ressurgiu nos domínios de Alvor

colorindo o horizonte, a baía e Lagos,

de risonhos e fulgurantes tons róseos.

*

Lagos, no seu ancestral anfiteatro,

reverberava essa cor da flor rainha

que inundou lares madrugadores,

despertou-os com meiga brandura

consolando corações desinquietos

pela pandemia,

 que se sentiram privilegiados pela

graça daquele mimo do Universo.

 *

Inolvidável para quem se comove

com a beleza efémera.

******

MajoDutra
Pintura de Anca Bulgaru
... ENCONTRO-ME EM PAUSA ...

Lamento, voltarei logo que seja possível.

                                                                                                                                                                                                                                                                                 
                                                                                                                                                                                                                      

quinta-feira, 20 de maio de 2021

*O PODER DO CARINHO*

 

 

~~ C A R I N H O ~~

Carinho é doçura de um sentir,

Amima um ego e fá-lo reluzir.

*

Há manifestações de uma ternura

que de predileção autêntica e pura

*

Nada têm!  É rotina fútil,  fria,

Que jamais a um poeta inspiraria.

*

Abraços ou carinhos, mimo, afagos

Genuínos, beijam e exultam âmagos,

*
Intensos, elevam nossa auto estima,

Colocam qualquer ânimo por cima.

*

As hormonas de sã felicidade

Fluem livres no corpo que logo há de

*

Reagir em prazer bem adequado.

  Natureza! Que célebre legado!

*

O amigo quando abraça, firma e sela

Longa amizade afável e singela.

*

 Demonstrações de grande e vero amor

Formam um laço forte e protetor.

******

MajoDutra
Pintura de Albena Vatcheva