DIREITOS DE AUTORIA

È proibida a reprodução, cedência, difusão , distribuiçã0, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio eletrónico, mecânico ou fotográfico dos conteúdos aqui publicados, sem o autêntico consentimento prévio e expresso da autora. Excetuam-se desta interdição os usos autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem, com link respetivo, prática usada neste espaço.
~~~~~~
*** Note que em poesia, o 'sujeito poético ou lírico' não tem que ser o 'sujeito autoral', mesmo que o texto expresse a 1ª pessoa do singular.***

Seguidores

domingo, 25 de novembro de 2018

A DURA PARTIDA...






  Há lugares que exercem tal magia
Que nos maravilham; é atraente
O recanto do lago no poente.
Seu reluzente espelho refletia
*
as árvores e o sol no fim do dia.
Luisinha feliz e tão inocente
Separar-se da avó jamais pressente
A mimo acostumada, em companhia
*
Suave da vovó que desolada
E tristonha, penosa, mas contida
Lamenta a ida da neta muito amada.
*
Consigo a dor reserva, algo afligida.
Consola a decisão assaz acertada
Fere por de mais, dói a dura partida.
 ******
MajoDutra

 🤍 Dedicado à Verena 🤍  

Com um grande abraço solidário.

19 comentários:

  1. Linda participação e bem dedicado à Verena ! Tão ruim a separação dos netos, mas eles são da vida! Tenho dois lá fora, um na Inglaterra, outro na Escócia e o filho e nora em Dubai. è fogo! mas... Linda a tua inspiração! Obrigadão! levei o link!@ bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Emocionalmente belo:)!

    Beijos. Boa noite!

    ResponderEliminar
  3. Minha querida Majo
    Me emocionei com a sua terna e carinhosa homenagem.
    Escrevestes lindamente.
    Obrigada!!

    Meu genro foi trasferido para Alemanha.
    Ano que vem, aí sim, irão morar por lá.
    Um abraço afetuoso de
    Verena.

    ResponderEliminar
  4. Tudo passa, todos passam, nós passamos e o tempo que passa, escreve encontros e despedidas, reescreve o destino, edita a vida.

    Um abraço. Tudo de bom.
    💗 Querer você.

    ResponderEliminar
  5. Boa noite, querida Majo!
    Luisinha merece todo carinho nosso, é um amor de menina.
    Tenha dias abençoados e felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  6. Olha que lindo soneto com beleza construtiva nesta bela homenagem à nossa querida amiga Verena e sua netinha Luísa.
    Parabéns Majo pela dedicação e estudos do melhor da poesia.
    Aplaudindo daqui.
    Boa semana inspirada.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  7. Boa noite Majo,
    Magnífico soneto na leitura da bela imagem em que a netinha de Verena surge num belo cenário.
    Gostei imenso da sua participação.
    Beijinhos e uma boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  8. Poderosa publicação... Parabéns :))

    Hoje : As palavras ternas do meu dicionário

    Bjos
    Votos de uma Segunda-Feira

    ResponderEliminar
  9. Lindos versos, meus parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. O som é magnifico...a imagem um desafio ... o poema lindo de se ler !!! Bj

    ResponderEliminar
  11. Um soneto dedicado e cumprir um desafio de forma excelente…
    A música e o vídeo são lindos.
    Uma boa semana, minha Amiga Majo.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  12. Lindo poema, Majo, Parabéns :)
    as palavras estão repletas de carinho, e a dor da separação de uma netinha torna-se palpável, dói muito
    abraço Majo,

    ResponderEliminar
  13. Belo poema. Cheio de verdade.
    Obrigado pela visita ao meu blog. Seja sempre bem-vinda por lá.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  14. A dor de uma separação é sempre dorida e você foi magnífica ao delinear esta triste partida
    Lindo poema Majo
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Olá Majô ! Bela participação a falar da dor da separação . Uma postagem bem criativa e cheia de verdades . Mas vovó e netinha com certeza ainda terão muitos encontros e belos momentos a festejar . Abraços . Boa noite . Tb acabei de participar no meu kantinho das mensagens . Se puder , dê uma passadinha .

    ResponderEliminar
  16. Oi Majo que lindo! concordo com seu poema que diz
    que há lugares mágicos.

    familiares jovens que vão primeiro que os mais velhos
    é algo muito triste; não é nada fácil...

    Já ouvi falar muito dá ilha onde sua mãe nasceu deve ser um encanto não é?
    Sabes que essa moedinha de cobre que dizes, algumas pessoas que moram na européia
    que conheci no Brasil já me falaram sobre a moeda de cobre eu tinha
    me esquecido disso. Que bom que citas-te assim temos mais uma
    maneira de se obter a cor.
    Continuação de boa semana.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  17. Tão sentido, profundo e belo poema.
    Como é tão difícil termos os nossos netinhos longe de nós. Morro de saudades da minha netinha Leonor.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  18. Boa noite, Majo!
    Pra quem começou a escrever poesias agora você está muitíssimo bem. Está dedicatória à Verena é linda! Gostei desse nome...
    Um abraço e ótima continuação de semana.



    ResponderEliminar

  19. Vendo a sua participação ao desafio... Inspirou-se belamente, Majô...
    Saudades e despedidas, puxa, são difíceis e, às vezes, inevitáveis.
    Um abç

    ResponderEliminar

~~~~~~~ 💛 ESTIMADO LEITOR 💛 ~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~ Depois de colocar o seu comentário,
~~~~~~ aceda a «mensagem antiga»
~~~ e leia a que habitualmente lhe deixo.
~~~~~ ~ ~ ~ ~ Muito obrigada... ~ ~ ~ ~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~-~~~~~