DIREITOS DE AUTORIA

È proibida a reprodução, cedência, difusão , distribuiçã0, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio eletrónico, mecânico ou fotográfico dos conteúdos aqui publicados, sem o autêntico consentimento prévio e expresso da autora. Excetuam-se desta interdição os usos autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem, com link respetivo, prática usada neste espaço.
~~~~~~
*** Note que em poesia, o 'sujeito poético ou lírico' não tem que ser o 'sujeito autoral', mesmo que o texto expresse a 1ª pessoa do singular.***

Seguidores

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

)) UM CORO DE VERDI ((

 

 
..
)))))))0(((((((
..
Muito desejo

a  justiça dos homens 

de boa vontade.

)(

Porém, hoje,

queria os seiscentos mil

defuntos

cobertos de alvas túnicas

romanas.

perfilados na vasta

Praça dos Três Poderes,

frente ao

Palácio do Planalto,

entoando um sentido coro

conduzido por Verdi.

)(

Então, suplicaria

de Justiça

um clamor eloquente,

de Apolo

sublime harmonia,

de Fama

um som retumbante

 no Mundo e no Universo.

)(

Do lancinante coro,

que se ouvissem, trementes,

o hino nacional

e árias

 de desespero

que humilhassem

a alma dos governantes

ambiciosos, corruptos,

incompetentes,

petulantes.

)(

Ó Fortuna!

Protege o povo de Iemanjá

das duplas garras

da pandemia

e da tirania.

)))o(((

MajoDutra

   Notas -- Justiça, Apolo, Fama e Fortuna são deuses da mitologia romana. 
  Verdi, é um célebre compositor italiano. 
  Iemanjá, ou Senhora dos Navegantes, é uma divindade brasileira de raízes africanas.
  Lembro que os meus 'blogs'  são apolíticos...

             

33 comentários:

  1. Emocionante esse grito onde falas e lembras dessas 600 mil vidas que se foram ,vítimas desse vírus e também do péssimo governante. Lindo coro,toca fundo no coração! beijos, boa noite! chica

    ResponderEliminar
  2. Uma música divinal e um poema profundo e sentido.
    Quantas vidas perdidas, que Deus a todos proteja e acompanhe.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Un emocionante y gran homenaje a esas víctimas de un terrible virus,que los gobernantes no han sabido gestionar,con una preciosa música,tema central de La Misión.
    Un abrazo,Majo,amiga.

    ResponderEliminar
  4. Muito bonitas palavras num grito de dor e revolta.

    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  5. Olá, amiga Majo.
    Poema impressionante, onde a revolta está bem patente em cada passagem deste magnifico poema!
    É assim o Mundo em que vivemos. Onde o egoísmo e Cegueira do poder, os governantes decidem a seu belo prazer is destinos dos povos.
    Parabéns minha amiga!

    Votos de uma excelente semana, com muita saúde.
    Beijinhos com carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Querida Majo,
    Muito sentido este seu apelo para a desumanidade com que nos deparamos actualmente.
    Que a sua semana seja muito feliz.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Um poema forte... um grito de revolta contra um Mundo injusto...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  8. Ó Fortuna!
    Protege o povo de Iemanjá
    das duplas garras
    da tirania
    e da pandemia."
    Grito consigo minha Amiga Majo e expresso todo o meu luto por essas mais de 600 mil pessoas que foram vítimas do vírus e da ignorância de quem manda.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  9. Un bello, emocionante y sentido poema, ojalá, que tus bellos versos se hicieran realidad.
    Un abrazo Majo y buena semana.

    ResponderEliminar
  10. Lindo e emocionante grito de alerta aqui, Majo
    Vídeo belíssimo.
    Tenha uma abençoada nova semana.
    Beijinhos
    Verena.

    ResponderEliminar
  11. Tão bonito! :))
    -
    Mãos que acolhem no regaço
    -
    Votos de uma excelente semana. Beijos

    ResponderEliminar
  12. Apolíticos somos, amiga... mas é muito difícil ignorar uma marca tão trágica! Oportuno post, belos versos! Meu abraço, boa semana.

    ResponderEliminar
  13. Um apelo bem natural em bom momento poético! Bj Majo

    ResponderEliminar
  14. Um grito de revolta que me emocionou.
    Se me permite gostaria de gritar consigo.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  15. A música é linda e o poema forte como a dor do luto. É triste ver no mundo inteiro a cruel realidade da pandemia.
    Meu carinho nesta segunda-feira. Obrigada pelos comentários nos blogs, gostei muito.

    ResponderEliminar
  16. Só tenho a agradecer este grito ao nosso país num momento tão critico e desgovernado, como um bonde sem freio.
    Perfeito olhar sobre a terra Brasilis Majo.
    Nada a acrescentar e só aplaudir.
    O homem é politico por natureza. Assino e compartilho do pensamento.
    Um linda semana amiga.
    Beijo e paz no coração.

    ResponderEliminar
  17. Bello poema te hace pensar . Te mando un beso . Adoro la música.

    ResponderEliminar
  18. Impresionante poema amiga. Saludos.

    ResponderEliminar
  19. Majo,
    Só tenho a aplaudir e de
    pé.
    Bravíssimo!
    CatiahoAlc./Reflexod'Alma
    dos Blogs(atualizados):
    https://reflexodalma.blogspot.com/
    https://frasesemreflexos.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  20. Muito triste em saber que uma pessoa que lidera o Brasil é co-responsável por essa calamidade.

    ResponderEliminar
  21. Olá, amiga Majo.
    Passando por aqui, relendo este excelente poema, que nos faz refletir na ganância e injustiça, neste mundo cruel.
    Votos de uma noite tranquila e feliz quarta feira.
    Beijinhos com carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  22. Majo,

    Lindo poema, palavras fortes feito um brado.
    Um prazer passar por aqui hoje e te ler.

    Um abraço com carinho,
    Sônia

    ResponderEliminar
  23. Um poema forte e contundente.
    Os meus aplausos pela excelente abordagem a um tema que tem chocado o mundo em geral (menos alguns governantes, para os quais era uma gripezinha...).
    Continuação de boa semana, amiga Majo.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço teres recordado a ''gripezinha''... Muito presente n composição do poema...
      Grata pelo apoio e incentivo. Beijo, amigo Jaime.
      ~~~

      Eliminar
  24. Una música preciosa y un poema con un tema muy acertado a estos tiempos en los que nos encontramos, dando voz a todo lo triste y las injusticias que se cometen.
    Un abrazo Majo y que pases unos buenos días.

    ResponderEliminar
  25. Boa tacada, querida amiga Majo! E completamente salvaguardada.
    Verdi companha-te divinamente.

    Um beijo, minha amiga.

    ResponderEliminar
  26. Creo interpretar el duro momento que vive tu país, entre la pandemia y un gobierno de espíritu facho, pero medio del fragor, queda espacio para la música que sosiega, y la mítica. Un abrazo. Carlps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é no meu país, amigo... Estes factos e lugares referem-se ao Brasil. Abraço.
      ~~~~

      Eliminar
    2. Claro¡ amigo, al Brasil de Bolsonaro, que no cree en el impacto de la pandemia. Vives dónde?. Un abrazo

      Eliminar
  27. Um ode, uma melodia que se eleve aos céus e leve toda a ruindade que infelicita esse gigante país desgovernado. Os maus e seus males passarão e o bem, passarinho, há de cantar e encantar os belos dias que virão. Por enquanto, tenho andado com fastio de internet e um déficit de inspiração que já começa a passar; hoje escrevi dois novos poemas e estou editando os vídeos para postar.

    Um abraço. Tudo de bom.
    APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

    ResponderEliminar
  28. your describe reality of life.... love it.

    thank you for sharing video.

    ResponderEliminar
  29. Muy bella música y un poema excelente.
    Un beso.

    ResponderEliminar

~~~~~~~ 💛 ESTIMADO LEITOR 💛 ~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~ Depois de colocar o seu comentário,
~~~~~~ aceda a «mensagem antiga»
~~~ e leia a que habitualmente lhe deixo.
~~~~~ ~ ~ ~ ~ Muito obrigada... ~ ~ ~ ~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~-~~~~~